Sustentabilidade
Produzido
com Orgulho
Os nossos verdadeiros Orizicultores – os agricultores locais – sabem o que fazem e têm vindo a fazer há mais de 3 séculos. Em meados do século XVIII, o declínio do comércio do sal e conservas de peixe alterou significativamente o perfil económico da região.

Rapidamente, o arroz tornou-se a cultura principal da região e um motor económico para todos os agricultores locais. Geração após geração, os arrozais moldaram a paisagem e o modo de vida locais, numa evolução orgânica e sustentável.

Os solos preservados pelo sal, a temperatura moderada ao longo do ano e as vastas planícies que beneficiam do ar do Atlântico ao mesmo tempo que são protegidas dos seus ventos fortes pelos pinheiros e pelas dunas determinam um tipo invulgar de cultura em que são produzidos produtos de grande qualidade.

Os Orizicultores evoluíram. Já não há centenas de trabalhadores mondando as lavras à mão, mas os avanços tecnológicos não alteraram o conhecimento secular dos agricultores locais que cultivam arroz há gerações, pelo contrário, aperfeiçoaram-no.
De acordo com as últimas regras de certificação de Prodi e MBP, os nossos Orizicultores optaram por produzirem  produtos de alta qualidade, usando recursos naturais e mecanismos de regulação natural, procedimentos ecologicamente correctos e que asseguram uma agricultura de sustentabilidade a longo prazo.

Cada colheita tem um crescimento sustentável, cada lote é numerado e todos os grãos de cada variedade são separados para assegurar a qualidade máxima e uma experiência gustativa única, de acordo com especificações particulares de cada variedade.